Free Fire: Os 10 melhores celulares para jogar o battle royale da Garena

Desenvolvedora tem celular obrigatório em campeonatos oficiais, mas existem diversas opções no mercado, desde aparelhos mais acessíveis até os mais caros. Os 10 melhores celulares para Free Fire

Por Juliano Corrêa, para o e-SporTV

26/05/2020 10h31  Atualizado há 2 dias

Os dez melhores celulares para Free Fire


Game mobile mais jogado do Brasil, o Free Fire ganhou popularidade por ser um jogo leve e compatível com a maioria dos celulares. Hoje, um bom celular para jogos precisa ter uma tela com gráficos e sensibilidade de qualidade, aliadas a um processamento veloz num aparelho que não apresente problemas ao longo de uma jogatina, como superaquecimento ou baixa capacidade de bateria. Muitas fabricantes de celulares já possuem linhas de produtos voltadas exclusivamente para os gamers, com modelos que ultrapassam os R$ 5 mil. Mas para rodar o battle royale da Garena, que não tem exigências gráficas e de processamento tão elevadas quanto PUBG e Fortnite, não é preciso gastar esse valor. Os dez melhores celulares para Free Fire.

Os 10 melhores celulares para Free Fire

Criança se diverte com Free Fire em meio ao Mundial realizado no Rio de Janeiro — Foto: Tuiki Borges

Muitos celulares de qualidade, incluindo o Samsung Galaxy Note 9, usado nos campeonatos oficiais da Garena, estão disponíveis por valores mais acessíveis e rodam o jogo na mais alta capacidade. Mesmo smartphones abaixo dos R$ 1.000 podem rodar o Free Fire numa qualidade média, se o dono não tiver como fazer grandes investimentos.

Conheça alguns dos melhores celulares para jogar Free Fire:

1 – Samsung Galaxy Note 9

Samsung Galaxy Note 9 — Foto: Divulgação / Samsung

Samsung Galaxy Note 9 — Foto: Divulgação / Samsung

O modelo ainda é de uso obrigatório nas competições da Garena, como o último Mundial do Free Fire, vencido pelo Corinthians. Mesmo com o Galaxy Note 10 já disponível no mercado, o Galaxy Note 9 ainda oferece muito recurso para os “mobile gamers” como chipset Qualcomm Snapdragon 845, considerado um dos melhores do mercado para a finalidade de jogos.

+ Clique aqui para comprar o Samsung Galaxy Note 9

  • Pontos positivos: Desempenho gráfico e sensibilidade de alta qualidade com uma das melhores telas do mercado (AMOLED); bateria mais potente do mercado com 4000 mAh; usá-lo é estar adaptado desde já com a obrigatoriedade da Garena; versão com 8 GB RAM disponível, melhorando o desempenho do sistema.
  • Pontos negativos: preço elevado (cerca de R$ 3 mil) e problemas com superaquecimento, principalmente com jogatina contínua.

2 – iPhone X

iPhone X — Foto: Divulgação / Apple

iPhone X — Foto: Divulgação / Apple

O melhor iOS para o Free Fire é o preferido de grande parte dos pro players, como Ariano “Kronos” Ferreira, MVP da Free Fire World Cup 2019. Sua performance potente é por conta do chipset Apple A11 Bionic hexa-core, um dos melhores já criados pela fabricante. Usa tela de super retina HD, que consome menos energia.

+ Clique aqui para comprar o iPhone X

  • Pontos positivos: Desempenho gráfico tão bom quanto o Note 9, mas ainda um pouco atrás em questão de sensibilidade; processador gráfico dedicado (um dos carros chefes da Apple).
  • Pontos negativos: Bateria com duração reduzida (apenas 2716 mAh); memória RAM de apenas 3 GB; preço elevado (cerca de R$ 4,5 mil).

3 – Samsung Galaxy S9

Samsung Galaxy S9 — Foto: Divulgação / Samsung

Samsung Galaxy S9 — Foto: Divulgação / Samsung

A primeira opção com preço mais acessível é um dos mais recentes celulares da segunda linha da Samsung. Operando também com o chipset Snapdragon 845, sua principal diferença para o Note 9 é a capacidade da tela (desempenho gráfico e sensibilidade) e a potência da bateria, que ainda assim é superior à do iPhone X.

+ Clique aqui para comprar o Samsung Galaxy S9

  • Pontos positivos: processador e chipset iguais ao Note 9; preço acessível (cerca de R$ 1,6 mil); bateria de 3000 mAh.
  • Pontos negativos: por ser um modelo abaixo em qualidade de tela (Note 9 com AMOLED e S9 com Quad HD) perde um pouco em sensibilidade e desempenho gráfico; problemas com superaquecimento após jogatina prolongada.

4 – Asus Zenfone 5Z

Asus Zenfone 5Z — Foto: Divulgação / Asus

Asus Zenfone 5Z — Foto: Divulgação / Asus

A fabricante taiwanesa entrou com tudo no mercado de celulares e um de seus carros-chefe é o Zenfone 5Z, o melhor custo beneficio da Asus. Também contando com Snapdragon 845 e uma memória RAM tão boa quanto o modelo top do Note 9, é um dos melhores Androids da lista.

+ Clique aqui para comprar o Asus Zenfone 5Z

  • Pontos positivos: 8 GB de memória RAM com segunda melhor bateria da lista (3300 mAh); tecnologia de tela AMOLED.
  • Pontos negativos: Perda de qualidade em processamento e custo benefício inferior se comparado com outros celulares da lista.

5 – iPhone 8 Plus

iPhone 8 Plus — Foto: Divulgação / Apple

iPhone 8 Plus — Foto: Divulgação / Apple

Mais um celular bastante usado pelos gamers vindo da Apple, o iPhone 8 Plus também possui a tela em retina HD (como o iPhone X) que gasta menos energia mesmo operando no máximo em questões gráficas. Se torna uma opção menos cara para os fãs do iOS.

+ Clique aqui para comprar o iPhone 8 Plus

  • Pontos positivos: Qualidade gráfica marcante dos iPhones aliada ao chipset A11 Bionic hexa-core.
  • Pontos negativos: Bateria de menor capacidade (2675 mAh); preço ainda elevado (cerca de R$ 3,3 mil).

6 – Asus ROG Phone 2

Asus ROG Phone 2 — Foto: Divulgação / Asus

Asus ROG Phone 2 — Foto: Divulgação / Asushttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

O Asus ROG Phone 2 é o primeiro desta lista originado de uma linha voltada para os mobile gamers. O segundo modelo da linha ROG possui uma configuração robusta, capaz de rodar qualquer jogo em sua mais alta qualidade – porém o custo elevado pode afastar os fãs do Free Fire, que não exige tanto dos gráficos como outros jogos.

+ Clique aqui para comprar o Asus ROG Phone 2

  • Pontos positivos: Chipset Snapdragon 855+, melhor que o Snapdragon 845; Tela AMOLED com incríveis 6,59 polegadas; versão com 12 GB de RAM; Bateria potente de 6000 mAh.
  • Pontos negativos: Limitação dos gráficos do Free Fire torna qualidade superior do modelo uma regalia dispensável; preço alto (cerca de R$ 5,5 mil) torna o custo benefício baixíssimo.

7 – Sony Xperia XZ2

Sony Xperia XZ2 — Foto: Divulgação / Sony

Sony Xperia XZ2 — Foto: Divulgação / Sony

A fabricante japonesa tem seu lugar na lista com o Sony Xperia XZ2, um modelo do topo de linha da Sony. Sua principal qualidade é o som estéreo de duas saídas frontais usando a tecnologia Clear Bass, se tornando uma ótima opção para quem não costuma jogar com fones de ouvido ou procura uma qualidade de áudio dentro do Free Fire como diferencial.

+ Clique aqui para comprar o Sony Xperia XZ2

  • Pontos positivos: Qualidade de áudio Clear Bass que praticamente elimina distorções e prima por um grave impecável; bateria potente de 3180 mAh.
  • Pontos negativos: baixo custo-benefício (cerca de R$ 3,3 mil) e tela IPS LCD, bem abaixo das demais.

8 – Razer Phone 2

Razer Phone 2 — Foto: Divulgação / Razer

Razer Phone 2 — Foto: Divulgação / Razer

Conhecida por ser uma das líderes do mercado de hardware para computadores gamers, a Razer se inseriu no mercado de celulares procurando atender este mesmo público em um gadget diferente. A segunda versão do Razer Phone também conta com uma configuração potente, focando nos jogos móveis mais exigentes.

+ Clique aqui para comprar o Razer Phone 2

  • Pontos positivos: Memória RAM de 8 GB; Bateria potente de 4000 mAh; preço menor em comparação ao ROG Phone 2 (cerca de R$ 4 mil).
  • Pontos negativos: Chipset Snapdragon 845 inferior ao ROG Phone 2; custo benefício para Free Fire continua não valendo a pena; Razer ainda conta com pouca manutenção no mercado.

9 – Samsung Galaxy J5 Prime

Samsung Galaxy J5 Prime — Foto: Divulgação / Samsung

Samsung Galaxy J5 Prime — Foto: Divulgação / Samsunghttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Entrando numa faixa de preço abaixo dos mil reais, a melhor opção para Android também vem da coreana Samsung. É uma opção para quem busca uma jogatina mais humilde em termos de desempenho gráfico e sensibilidade, mas ainda pode rodar o jogo em qualidade média sem travamentos ou bugs.

+ Clique aqui para comprar o Samsung Galaxy J5 Prime

  • Pontos positivos: Atende todos os requerimentos básicos do Free Fire (1 GB de RAM, Android 4.0 ou superior, processador Intel Quad Core ou superior) com 2 GB de RAM e bateria de 2400 mAh; preço baixo (cerca de R$ 800).
  • Pontos negativos: Incapaz de rodar o Free Fire na melhor qualidade de desempenho gráfico; consumo de energia sobe consideravelmente durante execução de jogos.

10 – iPhone 6S

iPhone 6S — Foto: Divulgação / Apple

iPhone 6S — Foto: Divulgação / Apple

Seguindo para o melhor preço dos celulares iOS, o iPhone 6S também é uma opção viável para quem não quer gastar muito e nem pretende rodar os gráficos do battle royale da Garena em sua melhor qualidade.

+ Clique aqui para comprar o iPhone 6S

  • Pontos positivos: Atende todos os requerimentos básicos do Free Fire (iOS 8 ou superior, processador Apple e memória RAM de 1 GB) com 2 GB de RAM e iOS 9; preço baixo (cerca de R$ 1,4 mil).
  • Pontos negativos: Incapaz de rodar o Free Fire na melhor qualidade de desempenho gráfico; bateria de pouca capacidade (1715 mAh).
https://www.amazon.com.br/s?k=iPhone+6S&i=electronics&rh=n%3A16243890011%2Cp_89%3AXiaomi&dc=&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&qid=1613230296&rnid=18120432011&linkCode=ll2&tag=edybito-20&linkId=4a35faf6c34125c2303f94405593cd33&language=pt_BR&ref_=as_li_ss_tl

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: