Gratidão 1: Como mudar as crenças negativas, ser feliz e ter sucesso

“A gratidão não é apenas a maior das virtudes, é a mãe de todas as outras.” – Marcus Tullius Cicero.

Gratidão
Gratidão: Como mudar as crenças negativas, ser feliz e ter sucesso

A vida é mais difícil agora porque o nosso mundo é projetado para nos distrair. Nosso mundo está mais confuso do que nunca.

Isso não é segredo.

As taxas de depressão e ansiedade estão disparando. O vício é uma epidemia. A obesidade continua a aumentar no mundo. Infelicidade geral, entorpecimento e insatisfação são, via de regra, comportamentos ‘normais’.

Se sua vida não está indo na direção que você quer, ou se você se sente sobrecarregado por tudo o que você tem que fazer, então esse artigo é para você.

E, ao aplicar os métodos desse artigo, você verá resultados imediatos e aprenderá a atingir qualquer meta que você definir.

A gratidão é a mãe das virtudes.

Você já ouviu isso mil vezes.

Mas o que realmente significa ser grato? Definitivamente, não é escrever uma lista das coisas pelas quais você é grato, uma vez por ano na véspera do Reveillon. E mesmo que esse seja um exercício útil, há muito mais a se fazer.

A Gratidão Transforma 3 Coisas

Fundamentalmente, a gratidão destina-se a mudar três coisas:

  • Seu passado
  • Seu presente
  • Seu futuro

Se você não está transformando seu passado, presente e futuro, você não está experimentando plenamente os benefícios da gratidão.

Todas as manhãs, você tem a oportunidade de desencadear um estado mental e emocional que se sustenta durante todo o dia.

Se você começar bem o dia, ficará chocado com o momentum que pode criar.

Ainda mais se você dedicar algum tempo – algo em torno de 5 a 30 minutos – para expressar sua gratidão e realizar um pouco de visualização estratégica. Você literalmente preparará seu cérebro para operar em um nível mais alto ao longo de todo o dia.

Então, aqui está como aplicar os três métodos de gratidão:
 

Transforme seu passado

Dan Sullivan, fundador da empresa Coach Estratégico, tem um conceito muito importante que ele ensina aos empreendedores. Ele chama de “A falta e o ganho” – ou “a escassez e a abundância”.

A maioria das pessoas vive “A escassez”. Elas sempre veem o que está faltando. Por exemplo, eu poderia levar um chocolate para o meu filho quando voltasse do trabalho e, ao entregá-lo, meu filho poderia dizer: “Você não trouxe o chocolate que eu gosto”.

Essa é a escassez.

Meu filho não percebeu ou apreciou o fato de que eu saí do meu caminho para comprar um presente para ele. Ele só notou que a coisa não era exatamente como ele gostaria que fosse.

Ele não percebeu que acabou de ganhar algo. Ele só viu a escassez.

A maioria das pessoas vive a vida inteira na escassez. Dan ensina seus empreendedores a viverem na abundância. E isso é bem simples: em vez de se comparar com seus ideais, você se compara com o que você era antes.

Agir assim é muito eficaz para a definição de metas. A maioria das pessoas não gosta de metas porque ser ambicioso é emocionalmente desgastante. Dói falhar e gera desilusão quando se busca o sucesso.

Mas esses problemas emocionais ocorrem quando focamos nas coisas erradas.

As pessoas ficam emocionalmente apegadas aos resultados quando estão vivendo na escassez. Quando você vive na abundância, tudo que você vê é progresso. E o que você foca, se expande.

Quando tudo o que você vê é progresso, seu cérebro espera mais e mais. Você obtém progresso sem se apegar a resultados específicos, mesmo que esses resultados venham com velocidade aumentada.

Todos os dias, você pode medir seu ganho. Você pode olhar para trás no final do dia e pensar: Quais foram as minhas três maiores vitórias do dia de hoje?

O ex-professor de administração e presidente da Universidade de Standford, Henry Eyring, costumava se perguntar todas as noites:
 

“Como eu vi a mão de Deus em minha vida hoje?”


O professor Henry passava alguns minutos meditando sobre seu dia e percebia os vários casos em que experimentava milagres ou bênçãos – grandes ou pequenos. Ele então tomava nota deles em seu diário.

E da mesma maneira que “medir” seu ganho é a chave para o sucesso, você também desejará lembrar seu ganho.

Quando a maioria das pessoas olha para o passado, geralmente se lembra do que ‘faltou’. Elas se lembram de quando as coisas não correram tão bem quanto poderiam ou pensam em como seus pais não deram o máximo de si quando poderiam.

É muito fácil focar na escassez em nossos relacionamentos – onde tudo que você vê é como a outra pessoa não está em sintonia. Essa é uma maneira horrível de estar em um relacionamento e não é uma forma justa para com a outra pessoa.

Focar na escassez força o cérebro a pensar que as coisas não podem mudar. É dessa maneira que você desenvolve uma mentalidade negativa.

Portanto, uma das principais estratégias de gratidão a ser aplicada é reformular sua memória do passado. Sim, você leu corretamente. Seu passado não é objetivo. Em vez disso, seu passado é totalmente subjetivo. É um significado. Bom ou mal. Triste ou feliz.

Você é a pessoa que atribui significado às suas experiências. É você quem atribui significado e contexto às suas experiências passadas.

É muito provável que grande parte do seu “passado” esteja baseado na escassez.

A gratidão permite que você recorde seu passado enquanto está totalmente focado no ganho. Quando você recontextualizar o seu passado, nunca mais será vítima dele.

A maioria das pessoas, quando descrevem suas circunstâncias atuais, aponta para seu passado. “Eu sou do jeito que sou por causa da [nome da experiência].”

Seu passado não precisa ser algo do qual você é vítima. Em vez disso, seu passado pode ser algo que continuamente lhe inspire e o impulsione para frente.

Se você quer realmente incorporar e experimentar os benefícios da gratidão, então você deve parar de ser “objetivo” sobre isso.

Você não pode dizer: “Mas você não entende, meu passado é realmente horrível”.

A ideia não é minimizar o que aconteceu com você. Tampouco ignorar o impacto emocional de suas experiências anteriores.

O que você deve perceber é que você é, literalmente, o criador do seu passado. Você decide a narrativa, a perspectiva e o contexto.

Por exemplo, você pode ter realizado um feito ou um projeto em seu passado recente e talvez você tenha achado que os resultados foram horríveis. Talvez você tivesse metas e expectativas que não foram atingidas. Talvez tenha investido muito tempo e dinheiro e não teve sucesso no nível que queria.

Você pode ficar remoendo essa história por muito tempo achando que ela foi um fracasso. E, por conta dessa história na sua cabeça, sua memória dessa experiência está na escassez. O que fará com que você não veja todas as coisas brilhantes que saíram dessa experiência.

E é bem provável que boas oportunidades, aprendizado e crescimento tenham surgido dessa experiência.

Quando você pensa assim, você escolhe o ganho, não a falta ou a escassez. Você escolhe como se lembrar da experiência. E, como resultado, escolhe a narrativa e o seu passado.

Seu passado é qualquer coisa a qual você atribui significado. Você pode se lembrar dos ganhos, ou pode se lembrar da perda, da dor.

Suas experiências dolorosas tornam-se a porta de entrada para o crescimento e a experimentação.

Seus maiores fracassos e problemas podem ser – se você permitir – seus maiores impulsionadores de sucesso, aprendizado e alegria.

Mas você precisa escolher como você os vê e como se lembra deles.

Cabe só a você decidir.

Você pode se lembrar do ganho ou da falta.

A maneira que você escolhe lembrar determina seu passado.
 

Transforme suas atuais circunstâncias

“Concentre-se nas circunstâncias e você será um consumidor. Concentre-se na capacidade e você será um criador. ” – Kade Janes

Muito raramente você estará em circunstâncias ideais. Sempre haverá atrito e desafios para viver seus sonhos. Sempre haverá inconvenientes.

O problema não é, na verdade, suas circunstâncias, mas como você está olhando para elas.

Circunstâncias perfeitas não são, na verdade, ideais.

Se você olhar para a natureza – plantas e animais que prosperam o fazem por causa de circunstâncias difíceis.

Você não quer circunstâncias perfeitas. Você quer e precisa de um desafio para crescer.

Mas as circunstâncias em geral, particularmente as circunstâncias atuais, precisam ser reformuladas. Se você vai prestar atenção às suas circunstâncias, deve se concentrar conscientemente no bem delas.

Tenha gratidão pelas pessoas incríveis em sua vida, pelas oportunidades que você tem atualmente e pela chance de viver neste belo planeta.

Se você está lendo este artigo, você tem acesso a recursos que poderiam impressionar a maior parte dos seres humanos.

Por isso, por mais desafiadoras e limitadoras que sejam suas circunstâncias atuais, você provavelmente está vivendo na escassez. E quando você vive na escassez, não importa o que você já tem, você nunca verá a situação sob esse ponto de vista.

Você poderia ser um bilionário, mas se você vive na escassez, nunca terá o suficiente.

Então, a primeira parte da transformação do presente é apreciá-lo. A chave não está em focar nos recursos que você tem, mas sim sobre o que você faz com os recursos que você tem. Há pessoas com muito menos que você mas que fazem muito mais com o que elas tem em mãos.

Não são as suas circunstâncias, é você.

O problema de focar nas suas circunstâncias é que você deixa de se focar nas suas capacidades.

Essa é uma mudança poderosa.

Se você se concentrar em suas circunstâncias, encontrará muitas coisas para reclamar. Mas se você se concentrar em sua capacidade, então sua única opção é se mexer.

Sua capacidade está sempre acima de suas circunstâncias. Há sempre algo que você pode fazer para impactar e mudar sua vida e se mover na direção que deseja seguir.

Ter gratidão pela oportunidade de crescer e seguir em frente é como você muda seu presente. Você vê toda a beleza no que você tem atualmente, e você reconhece o incrível poder em si mesmo para melhorar o que você tem.

Se você está focado em sua capacidade, é mais provável que você coloque sua energia em criar e seguir em frente. Se você está mais concentrado em suas circunstâncias, é mais provável que você coloque sua energia nas desculpas e na procrastinação.

Quanto tempo você gasta consumindo? E quanto tempo você gasta criando?

Se você está consumindo, é provável que você esteja vivendo na escassez. E talvez esteja focado em suas circunstâncias e no que há de errado ou difícil sobre elas.

Se você está criando, seu foco não está nas circunstâncias atuais, mas nas futuras. Você está contando uma história sobre sua vida e você é quem está criando.

Esta é uma maneira poderosa de viver.

Tenha gratidão pelo presente e gratidão pelo que você pode fazer. Isso permite que você crie poderosamente.
 

Transforme seu futuro, aqui e agora

Você é o criador de suas memórias passadas, sua experiência atual e de seu futuro também.

Todas as manhãs, faça a sua sessão de meditação e visualização experimentando e incorporando plenamente a gratidão pelo seu futuro.

A visualização é muito mais poderosa quando é mental e emocional. Quanto mais emocional e incorporada for a visualização, mais você acreditará e saberá que é verdade.

A gratidão pelo seu futuro reforça sua fé.

Ela permite que você saiba que terá sucesso muito antes de alcançá-lo.

Enquanto a maioria das pessoas é definida por experiências do passado, as pessoas bem-sucedidas são definidas por experiências no futuro.

Que experiências você quer ter?

Quais eventos do seu futuro você deseja ver?

Você está vivendo a sua vida agora, como se essas experiências fossem acontecer com certeza?

Você está vivendo sua vida, agora mesmo, para criar conscientemente essas experiências?

Você está repleto de paz para que seus sonhos se tornem realidade?

Se não, você provavelmente não terá sucesso. Seu estado emocional negativo o impedirá de conquistar exatamente as coisas que você deseja.

Seu estado emocional é fundamental para o que você cria em sua vida e futuro.

Se você estiver em um lugar de aceitação, paz e confiança, poderá encarar os desafios que enfrentará em relação aos seus sonhos.

Todos os dias, experimente gratidão pelo inevitável sucesso do seu futuro. Então, faça sua parte aqui e agora.
 

Conclusão

Você é quem cria sua experiência na vida.

Você é quem molda o significado do seu passado.

Você é quem determina o seu desempenho, independentemente das circunstâncias em que você está.

Assim como seu passado, suas circunstâncias são subjetivas e não objetivas. Suas circunstâncias são um “meio” pelo qual você decide o que fazer.

Concentre-se em suas capacidades, não em suas circunstâncias. Quando você se concentra em suas capacidades, percebe que tem o poder de criar o futuro desejado, independentemente do que vê diante de você.

Quando você se concentra na capacidade, você deixa de ser atordoado por todo o desafio de suas circunstâncias atuais.

Não há dúvidas que a vida é dura. Está longe de ser perfeita. Existem restrições que nos impedem de avançar ativamente. Mas em grande parte, essas restrições estão na nossa mente.

Concentrar-se nas restrições apenas as torna maiores em sua mente.

Concentrar-se no que você pode fazer a respeito agora é como você muda essas restrições.

Você pode mudar sua vida, um dia de cada vez.

Todas as manhãs, você pode experimentar enormes quantias de gratidão pelo seu passado, seu presente e seu futuro.

Se você dedicar apenas alguns minutos para fazer isso, ficará chocado com o quão bem se sentirá. Você ficará chocado com a esperança e o otimismo que sentirá pelo seu futuro. Você terá o desejo de entrar em contato com seus entes queridos e dizer a eles o quanto você é grato por eles.

Quando você começa a operar a partir de um lugar de verdadeira gratidão, você imediatamente começa a transformar sua vida e relacionamentos.

O que você está esperando?

Deixe de consumir. Passe a criar.

Deixe de se concentrar nos problemas da sua vida ou do seu passado.

Em vez disso, assuma a rédeas de suas experiências.

Assuma o controle do seu passado e da sua narrativa do passado.

Assuma o controle das suas capacidades atuais.

Você tem potencial divino e capacidade ilimitada – mas somente se você focar sua atenção no que você pode fazer, em vez de focar no que está errado.

Empreendedores de sucesso não olham para as circunstâncias. Eles enxergam apenas as possibilidades. Eles não são consumistas. São criadores.

E você?

Clique no botão abaixo e descubra se você também tem esse padrão de comportamento.

https://www.youtube.com/watch?v=y7OGJrq5lTk

Um comentário em “Gratidão 1: Como mudar as crenças negativas, ser feliz e ter sucesso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: