Ter coragem: verdadeira vocação.

ter coragem

Consulta do coração e da alma

Ter coragem: Se você dedicar um tempo para planejar seu dia, fazer a sua lista de tarefas ou considerar qual ação escolher em seguida, pare e pergunte: “Onde está o caminho com coração e alma?”

Isso é poderoso, pois o ajudará a descartar imediatamente as escolhas ruins.

Escolha sabiamente

Se você está sentado em casa, tentando determinar como passar a noite, faça a si mesmo a pergunta do coração e da alma.

Observe como as opções específicas parecem sem sentido e vazias, enquanto outros caminhos provocam uma pontada de fervor quando você pensa sobre eles.

Deixe seu coração e sua alma ajudá-lo a descobrir o caminho correto.

Observe que a palavra coragem está na palavra encorajamento.

Uma vez que identificamos o caminho com o coração e a alma, nos sentimos impulsionados a seguir em frente.

Talvez, em vez de assistir TV, você seja estimulado a ler algo que faça você se sentir bem.

Ou, em vez de jogar videogame, você seja estimulado a ter uma conversa séria com seu parceiro/a sobre o futuro de seu amor e vida.

E talvez, em vez de simplesmente seguir o ritmo do seu trabalho, você seja impulsionado a se pressionar para dar a contribuição mais benéfica possível.

A opção centrada no coração leva você ao caminho do desenvolvimento consciente.

Frequentemente me faço essa pergunta ao escolher qual conteúdo escrever a seguir.

Devido aos meus próprios experimentos de desenvolvimento, nunca tenho um déficit de ideias, mas pode ser cansativo.

 Escolher um assunto é exaustivo, pois há tantos grandes temas para pensar.

Uma vez eu paro e pergunto: Onde está o caminho com coração e alma? O tópico correto geralmente se torna mais claro.

É o assunto que me assusta um pouco, aquele que não tenho certeza se consigo escrever bem, aquele que excita minha alma.

Nas ocasiões em que o assunto não fica bem definido, é porque o curso centrado no coração exige que se faça alguma coisa; diferente de uma escrita.

Escreva a pergunta do coração e da alma em uma posição onde você a veja dia após dia, ou defina-a como o protetor de tela do seu PC, para que você seja muito lembrado dela.

Se você fizer a pergunta, estará alinhando seu sistema de lógica e intuição.

Preparação

Você é capaz de utilizar a mesma ideia de preparação que foi discutida anteriormente nesta série para, passo a passo, construir sua coragem.

Em vez de encarar sua maior preocupação imediatamente, enfrente as preocupações menores primeiro, e aos poucos trabalhe para atos mais importantes de coragem.

Prepare-se

Em primeiro lugar, escolha uma preocupação que você gostaria de dominar.

Tudo bem se for muito grande para você começar imediatamente.

 Agora veja se você é capaz de distinguir um pequeno passo que pode dar para enfrentar esse medo, algo que pode ser um desafio razoavelmente modesto para você, mas que daria início a algum tipo de mudança.

Por exemplo, se você tem medo de iniciar uma conversa com alguém que não conhece, seu principal objetivo pode ser passar por uma pessoa desconhecida e sorrir.

Se isso ainda parecer muito difícil, comece com um objetivo mais simples, como fazer contato visual com uma pessoa desconhecida por um minuto.

Discipline-se com seu passo de bebê inicial até se sentir preparado para aumentar o obstáculo.

Não há um número específico de repetições  para cada etapa, mas de 5 a 10 é um ótimo intervalo aproximado.

Imagine que você pega o jeito de fazer contato visual com pessoas desconhecidas, sendo capaz de controlá-lo por um segundo inteiro sem desviar o olhar.

Você pode se sentir um pouco nervoso com isso no início, mas depois de 10 repetições, você é capaz de fazer isso de novo e de novo.

Em seguida, aumente o desafio para 2 ou 3 momentos.

Quando você superar isso, você pode querer avançar para sorrir.

Seguindo, tente sorrir e dizer olá. Em questão de semanas, você pode trabalhar lentamente até iniciar uma conversa com uma pessoa totalmente desconhecida.

Cada passo de bebê constrói sua experiência, permitindo que você avance devagar, passando de iniciante a especialista sem se sentir o peso.

Faça com que cada etapa de treinamento seja tão pequena quanto desejar.

Enfrente desafios modestos que você já se sente razoavelmente confiante de que é capaz de terminar.

Sinta-se à vontade para duplicar quantas repetições precisar até se sentir preparado para o próximo passo.

Você comanda o andamento.

Ao seguir este procedimento de preparação, você conseguirá coisas boas.

Em primeiro lugar, você deixará de reforçar os terríveis padrões de se esquivar que demonstrou no passado.

Em segundo lugar, você vai condicionar a si mesmo para se comportar com mais coragem no futuro.

Seu pavor diminuirá enquanto sua coragem cresce.

Treinamento

Um entre os maiores medos é o dos medos não identificados.

Aprenda

O medo do desconhecido pode ser aliviado pelo acumulo de conhecimento suplementar.

Enfrentar os medos de frente pode ser útil, no entanto, se sua ansiedade for principalmente devido à ignorância ou falta de experiência.

Você poderá eliminá-la apenas se instruindo.

Imagine que você tem medo de sair de sua cidade natal e se mudar para uma cidade diferente, mesmo que quisesse passar por essa experiência.

Talvez a principal razão de sua hesitação seja a ignorância.

Todo o primeiro sentimento seja de medo, pois você não sabe o que vai acontecer.

Mas você é capaz de aprender o que precisa saber estudando locais, relacionando-se com moradores de outros lugares e fazendo pequenos passeios.

O conhecimento que você conseguir o ajudará a se comportar com mais coragem e, além disso, com mais inteligência.

É impressionante quantas oportunidades negamos a nós mesmos devido à falta de conhecimento ou experiência.

Nesta próspera era da informação, “não sei” claramente não é um pensamento válido.

Todos as informações de que você precisa estão prontamente acessíveis na Internet, em livros baratos ou em outros cérebros.

Se a ignorância o está limitando em qualquer campo de sua vida, então dê o primeiro passo e treine-se.

Comprometa-se com antecedência

Uma maneira fácil de construir coragem é assumir compromissos que não exigem muita bravura para decidir, mas que exigem bravura substancial para cumprir.

Decidir

Uma vez que você se decidiu a fazer, você tenderá a realizar o que disse que faria.

Pequenos compromissos podem ajudá-lo a superar a complacência e aumentar a coragem substancial.

Durante meus primeiros meses como membro de um clube local de apresentações orais, escolhi participar de uma competição de discursos engraçados.

Eu nunca havia participado de uma competição de discursos para adultos anteriormente, no entanto, quando me perguntaram se eu queria participar, não precisei de muita coragem para afirmar: “certamente, farei isso”.

Mesmo assim, à medida que a data da competição se aproximava, comecei a questionar minha decisão: em que diabos eu me meti aqui?

No entanto, como já estava comprometido com a competição, cumpri o que disse e fiz o meu melhor.

Preparar-me para cada rodada da competição era um trabalho difícil, mas eu me diverti muito e provavelmente ganhei terreno em minhas habilidades de apresentação oral pelo equivalente a oito a doze meses de presença constante no clube.

Após o início da temporada de concursos, senti-me muito mais seguro e corajoso como orador, e passei a competir em outros concursos de oratória.

Comprometa-se a se comportar com mais bravura em momentos futuros.

Seu pavor diminuirá enquanto sua coragem cresce.

Tenho certeza de que não estaria tão bem posicionado com a apresentação oral hoje em dia se não tivesse me comprometido com aquele concurso inicial há vários anos.

Tudo o que precisava para começar era abrir a boca e dizer: “Vou fazer isso”.

Em vez de adiar suas preocupações, assuma o compromisso de enfrentá-las.

Se você tem medo da apresentação oral, comprometa-se a fazer um discurso.

Se você tem medo de altitude, inscreva-se em um curso de escalada.

Se você tem medo de entrar na água, inscreva-se para aulas de natação.

Lembre-se de que tudo o que você teme, você terá que enfrentar mais cedo ou mais tarde, incluindo a própria morte.

O que a coragem faz por você

Quando você estabelece a coragem, começa a melhorar sua vida pessoal.

Construir bravura irá ajudá-lo a assumir riscos para um futuro mais ensolarado que você normalmente não assumiria.

Quando você constrói coragem, você deixa o medo para trás.

Vantagens em ter coragem

Coragem é o procedimento de aceitar que você tem medos, mas você está disposto a descobrir uma maneira de superar esses medos.

 E não deixar que essas preocupações tomem conta de você.

Não há problema em sentir seus medos em momentos vantajosos.

Por exemplo, se um carro está vindo em sua direção, em alta velocidade, você tem o direito de temer.

Não há nada de errado em ter medo.

A questão é que você tem que colocar o medo saudável onde ele pertence e a preocupação doentia fora de sua vida.

Uma vez que você construa coragem, você aprenderá a auto dirigir sua vida.

Você aprenderá a deixar de lado punições e recompensas enganosas.

Um indivíduo corajoso frequentemente se sentirá motivado a assumir culpa e responsabilidade enquanto avalia suas ações e utiliza o que aprende para seguir em frente.

Indivíduos corajosos irão para a frente, em vez de recuar quando as chances aparecerem.

Por outro lado, um indivíduo corajoso dará um passo atrás e considerará seus erros.

Ocasionalmente, o indivíduo corajoso é espontâneo.

Nunca é bom planejar todos os dias, pois ninguém sabe o que o dia seguinte apresentará.

Considere isso. Quantas vezes você projetou algo para vê-lo desmoronar?

Por exemplo, você planeja ir a um jogo de futebol amanhã.

Amanhã uma tempestade de neve, furacão, tornado, tempestade de vento ou tempestade pode mudar isso.

Como você pode ver, o design nem sempre está a seu favor, e é por isso que os bravos são ocasionalmente espontâneos.

Um indivíduo disposto a melhorar sua vida vai relaxar.

Esse indivíduo ficará a vontade mesmo quando os planos derem errado.

Por exemplo, se chover no dia do jogo de bola, o indivíduo encontrará outra coisa para fazer e se sentirá igualmente feliz com isso.

Para se tornar bem-sucedido e melhorar sua vida, você terá que aprender a confiar em seus instintos.

Quando você fizer isso, você pode confiar em outras pessoas também.

Infelizmente, vivemos em um mundo onde a confiança é difícil de encontrar, mas quando você confia em sua intuição, você não pode culpar outras pessoas quando as coisas falham.

Ter coragem é uma escolha.

Ser corajoso é enfrentar seu medo com o poder que vem de suas associações mais profundas.

À medida que você direciona sua vida para o alinhamento com a realidade, o afeto e o poder, o domínio do medo sobre você se suaviza.

A realidade o ajuda a ver através da fantasia do medo, para que você possa manter o comando sobre sua vida.

A afeição leva você a intensificar suas conexões e alcançar o estado destemido de unidade.

E o poder fornece força para agir apesar do medo, construindo coragem no processo.

Independentemente de quão difícil possa parecer, decida enfrentar seus medos conscientemente.

Não morra sem abraçar o caminho aventureiro que sua vida pretende ser.

Você pode ir à falência. Você pode passar por fracasso e rejeição repetidamente.

Você pode sofrer vários relacionamentos ruins.

No entanto, estes são todos marcos no caminho de uma vida vivida com coragem.

Estes são seus triunfos individuais, esculpindo um espaço mais profundo dentro de você para ser preenchido com uma abundância de prazer, felicidade e realização.

Tenha medo se for preciso; então reúna a coragem de seguir suas aspirações de qualquer maneira.

Isso é poder invencível.

Confie em si mesmo

Lembre-se de todos os desafios que você já conseguiu superar durante sua trajetória de vida e quantas metas você já realizou. Por mais que a vida traga desafios, saiba que você tem toda capacidade de realização e transformação. Tenha consciência das suas competências e saiba que você nasceu com todas as qualidades e habilidades para superar qualquer obstáculo.

https://www.sbie.com.br/blog/afinal-o-que-e-ter-coragem/

Um comentário em “Ter coragem: verdadeira vocação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: